O universo da moda e o design de mobiliário caminham em sintonia nesta coleção de móveis

15 de junho de 2021 | por redação DW!

A Breton convidou nosso time para conferir seu showroom repaginado. A nova ambientação da loja da Alameda Gabriel tem assinatura Daniel Pegoraro e do time de criação da grife de móveis e reúne mais de 200 lançamentos.

Entre tantas novidades, destacam-se as peças assinadas por grandes nomes da moda e design de mobiliário. Entre eles: Reinaldo Lourenço, Lilly e Renata Sarti, Fernanda Marques, Naná Mendes da Rocha, Suite Arquitetos, Giácomo Tomazzi, Estevão Toledo, Rapha Preto, Carol Gay, Luisa Moysés, André Grippi, Karol Suguikawa, Edu Bortolai, Bruno Simões, Ále Alvarenga, Fetiche Design, Brunno Jahara, Bianca Barbato, Murilo Weitz, e Eminência em Preto.

Materiais como couro, palha, ouro velho, ônix e latão, madeira carbonizada, assim como novas lâminas naturais e cores para acabamentos de corda náutica, marcam presença nas peças apresentadas. Confira alguns destaques!

1. Cadeira Mantis por Naná Mendes da Rocha

“Foi assim que me aproximei da estrutura simples e singela dos insetos” explica Naná, contando detalhes sobre o processo de criação da linha Mantis, palavra que em tradução livre do inglês para o português significa, Louva à Deus, dando a definição perfeita que inspirou a poltrona e a cadeira de mesmo nome e desdobrou na coleção composta por banqueta e mesa de cabeceira. Os móveis que parecem flutuar sob uma estrutura fina de aço carbono, material firme e resistente.

2. Sofá Cello por Lilly Sarti

“Ao criar esta linha pensamos em trazer aquilo que a gente faz com a moda, mas em uma versão macro, com desafios maiores. Logo pensamos em bem estar, leveza e fluidez”, conta a estilista e criadora da marca, Lilly Sarti. As irmãs Lilly e Renata Sarti trazem pela primeira vez para a Breton a sua assinatura com valores galgados no compromisso de entregar conforto e o minimalismo já conhecidos da grife de roupas que convidam você a ficar à vontade e se sentir bem. Em uma experiência sensitiva, a linha Agogô, composta por sofá e poltrona, enchem os olhos com suas texturas e relevos que nos fazem sentir antes de tocar.

3. Bar Jazz por Eduardo Bortolai

O designer paulista criou o Bar Jazz, um móvel totalmente funcional que “expressa a ideia dos anos 50 sobre um pós guerra, o desejo de dizer que a gente vai ficar bem” conta Edu sobre o seu processo de produção.

4. Mesa de jantar e buffet Fita por Fetiche Design

Paulo Biacchi e Carolina Armellini desenvolveram a coleção Fita que traz a “proposta de mesclar o metálico com o amadeirado”, segundo Paulo. “Móveis para a sala de estar e jantar, é isso, essa reunião e o encontro em volta deles”, reforça Carol falando mais sobre os ambientes e momentos para os quais estas peças foram pensadas. Nesta coleção, os designers deixam o seu desenho livre para que o cliente também participe do processo de customizar o produto e se aventurar em uma gama de escolhas que vão além dos materiais, de cores e elementos apresentados inicialmente.

5. Poltrona Trópico por Bruno Simões

“Quando desenho móveis, fatalmente acabo dando vazão ao meu desejo, inconsciente até, de fazer de cada um deles, não uma mera peça, mas um elemento participante da arquitetura”, explica Simões. “Vejo esta coleção como resultado de um processo criativo híbrido, que mistura arquitetura, design, mas também arte e cenografia”, sintetiza o designer. “Acredito que a realização de um produto nasce da possibilidade de troca. Sem uma conversa franca e descontraída entre designer e empresa é difícil chegar a um bom resultado, como aconteceu neste caso”, conclui ele.

6. Mesa de centro Cunha Karol Suguikawa

Arquiteta e designer pelo Politécnico de Milão Itália, Karol Suguikawa nasceu no Mato Grosso, formada pela Universidade Estadual de Goiás (UEG), e seu trabalho une a arquitetura italiana dos anos 60 à percepção sobre sua trajetória enquanto mulher transexual que coloca o seu corpo em movimento. A Mesa de Centro Cunha pode transitar pelos ambientes mais intimistas e aconchegantes ou espaços amplos com diferentes funções. Composta por dois blocos sólidos que se encaixam por meio das formas de uma cunha – ferramenta de madeira ou metal muito utilizada na marcenaria – que faz com que uma parte dependa da outra para formar um móvel estável e único.

7. Coleção Maya por Ále Alvarenga

Um dos designers mais experientes da indústria de móveis autorais brasileiros, Ále Alvarenga une expertises que vão desde a criação, até o conceito e os processos fabris dos produtos. A Poltrona Maya, do Tupi Guarani ‘Mãe das Águas’, foi “inspirada livremente nos registros do fotógrafo, Araquém Alcântara, que realizou captações de norte a sul ressaltando as belezas naturais do país”.

A Breton apresenta a coleção “Família, Lar de Breton” na DW! Lançamentos. Clique aqui e inspire-se com as cores, formas, texturas, desenhos e contrastes.

Compartilhar

Share on facebook
Share on pinterest
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

DW! Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias exclusivas do festival e do universo do design, arquitetura e decoração. Cadastre seu e-mail:


    Você poderá cancelar a assinatura a qualquer momento.

    Consulte nossa política de privacidade.