O que você vai fazer quando acabar o isolamento?

É bem provável que você já tenha feito e refeito uma lista das coisas que quer fazer depois que a pandemia acabar. Se você não fez, alguém já lhe fez essa pergunta. Pensando nisso, Rafael Reis uniu suas habilidades como diretor de arte e criou o perfil @quandoacabareuvou no Instagram. O projeto reúne ilustrações e “coisas pra fazer quando acabar a quarentena”. 

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por quando acabar eu vou (@quandoacabareuvou) em 6 de Abr, 2020 às 9:11 PDT


Como surgiu o projeto @quandoacabareuvou?

Bom, o projeto surgiu de uma ânsia individual que, neste momento, também é coletiva. É uma tentativa esperançosa de materializar o desejo pela habitual liberdade de ir e vir sem medo, sem angústias, sem sofrimento. É o desejo pela vida lá fora e por tudo aquilo que nos cerca. As pessoas, os afetos, as trocas, as miudezas que dão gosto a vida. Tudo é muito sobre rever o passado, querendo e acreditando que viveremos de novo no futuro.

Trabalho como diretor de arte, então este projeto é um exercício das minhas habilidades no campo das ideias (identidade verbal e potência de mensagem) e, sobretudo, da estética (identidade visual com as ilustrações, grids, paleta de cores, etc). Tudo isso, claro, de um jeito mais leve, voltado para as pessoas sem a necessidade uma marca por trás. É feito de gente pra gente.

Apesar de ter colocado o projeto de pé sozinho, eu diria que não é só meu. Virou um espaço de acolhimento. Foi e está ganhando vida com as interações das pessoas que comentam, marcam os amigos, compartilham em seus perfis.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por quando acabar eu vou (@quandoacabareuvou) em 12 de Mai, 2020 às 5:31 PDT


O seguidores enviam as sugestões para você? É um projeto colaborativo?

Eu não abri um aberto um canal direto pra que as pessoas enviem suas sugestões, porque vou fazendo as ilustrações/postagens a medida que vão se encaixando na minha rotina. Mas, sim, sempre aparece alguém compartilhando um sentimento sobre o que gostaria de ver. Alguns eu faço, outros não.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por quando acabar eu vou (@quandoacabareuvou) em 11 de Abr, 2020 às 2:59 PDT


Como está sendo desenvolver esse trabalho nesse período tão delicado ?

Como se transformou num espaço de acolhimento, tenho conhecido bastante gente através do perfil. As pessoas enviam mensagens dizendo que se sentiram abraçadas com algumas das publicações. Além disso, é gostoso ver as pessoas marcando os amigos, os namorados, a família. É como se fosse um correio elegante afetuoso. A gente sabe que ninguém tá bem, mas a gente faz questão de marcar e pra lembrar que vai ficar.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por quando acabar eu vou (@quandoacabareuvou) em 20 de Abr, 2020 às 5:49 PD

Acompanhe no Instagram: @quandoacabareuvou

Compartilhar

Share on facebook
Share on pinterest
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp