O despertar da cidade: instalações outdoor

Here After por Craig & Karl

Na última quarta, 07/10, uma live entre Chris Campos, influencer partner e Winnie Bastian, curadora da DW! 2020 deu o que falar. Recebemos diversas mensagens de pessoas querendo saber mais sobre as ações compartilhadas no bate-papo. Para ajudar, resolvemos reunir todas elas neste post 🙂

Em um ano incomum, a DW!, que acontece anualmente no friozinho de agosto, foi adiada para o mês de novembro, em plena primavera. E, para fazermos uma edição adequada ao cenário atual mantendo o padrão de excelência, relevância e qualidade, a curadoria do evento articulará propostas de acordo três eixos:

Outdoor – O despertar da cidade: Ações que estabeleçam diálogo com a cidade, durante o dia ou noite;
Indoor: Ações dentro de lojas, galerias, ateliês com obrigatoriedade de adoção dos protocolos de segurança, RSVP e visitação limitada e controlada;
Digital Exponencial: Através de sua plataforma digital, o festival quebra barreiras e entra na casa de pessoas de qualquer cidade do Brasil e do mundo.

Durante a live, Winnie mostrou algumas ações outdoor que fizeram em aconteceram em edições passadas da DW! e outras semanas de design pelo mundo. Essas ações são uma excelente forma de difundir a cultura de design para toda a cidade. Além disso, devido à pandemia, elas ganham uma importância ainda maior, pois podem dar vida à cidade levando as pessoas a redescobrir o prazer de caminhar pelas ruas.

As ações apresentadas se destacam por capturar a atenção das pessoas pela criatividade, beleza, capacidade de levar a reflexão e por emocionar e promover experiências.

1. Jardim das Flores Comestíveis por Cristina Barbara e Milena Purchio para DW! 2019

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Semana de Design de São Paulo (@designweekendsp) em

Nesta ação, as designers Cristina Barbara e Milena Purchio levaram flores, móveis, adornos e luminárias para charmosa pracinha da Gabriel encantando e convidando para uma pausa, quem passava por ali.

2. Here After por Craig & Karl | Londres

Here After por Craig & Karl
Here After por Craig & Karl | Foto: Jamie Mcgregor Smith

Tinta e muita criatividade deram nova vida a um posto de gasolina desativado. O local, antes abandonado, passou a atrair os olhares das pessoas por seu aspecto ousado e multicolorido. O espaço passou a ser usado para realização de eventos pop-up.

3. Às vezes me sinto tão pequeno | Felipe Morozini para Estar Móveis para DW! 2019

“Às vezes me sinto tão pequeno”, mostra da Estar Móveis, curada por Felipe Morozini

Uma das instalações mais fotografadas da DW! 2019, a exposição abordou nossa relação com o Cosmos, os universos (particulares e externos), de nossas partículas subatômicas à imensidão e beleza do infinito. Com trabalhos de artistas e designers como Artur Lescher, Nazareno, Regina Silveira, Rochelle Costi, Zanini de Zanine e Zieta, a mostra curada por Felipe Morozini propôs uma viagem exploratória ao desconhecido, com questionamentos sobre a realidade, o espaço, o tempo e a escala.

4. Please Be Seated por Paul Cocksedge para London Design Week 2019

Foto via londondesignfestival.com

A instalação em grande escala mesclou inovação e tecnologia e respondeu à mudança no ritmo das pessoas: as pessoas podia sentar ou caminhar por suas curvas.

5. Micro-installations por No Studio | Wrocław, Polônia

Foto via studiono.pl

Micro-installations são uma série de pequenas intervenções no espaço urbano para locais esquecidos na cidade através de design minimalista e baixos recursos financeiros. A primeira  da série foi realizada durante o Festival de Arquitetura Lowersilesian. Perto da ponte histórica, meias cadeiras foram instaladas nas esquecidas escadas de cimento que conduzem ao rio.

6.  Nendo para Marsotto | Milão

Foto: Hiroki Tagma

O arquiteto Nendo revestiu toda a fachada da Marsotto – incluindo a porta frontal – com ladrilhos de mármore, tendo o cuidado de os alinhar com a cantaria existente no edifício. Em um ponto, os ladrilhos mergulham para dentro formando um pequeno banco no qual os transeuntes podem sentar.

7. Staircase of Dreams por Fandangoe Kid para o London Design Festival 2020

Escadaria colorida

Nos degraus do Walthamstow Forest College em Londres, uma obra em grande escala anuncia: “o futuro é agora”. A artista The Fandangoe Kid (Annie Nicholson) fez uma parceria com alunos da escola para dar vida ao colorido trabalho. Embora seu nome seja ‘Staircase of Dreams‘, a peça ficou conhecida como ‘Towards a New Normal’ e faz parte da William Morris Design Line, uma nova rota de design que celebra designers e fabricantes locais, patrimônio e ativismo social. O lançamento aconteceu durante o  London Design Festival 2020.

8. Wave por Atelier Marko Brajovic para a DW! 2017

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Semana de Design de São Paulo (@designweekendsp) em

Uma estrutura aérea tridimensional, confeccionada com cordas náuticas, serviu como um convite para entrar na loja da Tidelli durante o DW! 2017. A obra chamada WAVE consistiu um uma instalação imersiva feita em escala urbana e pensada como móveis modulares que se estruturam entre si. O componente apresentou a técnica de fabricação de estrutura e tranças da marca, lançando um cromatismo diferente para reproduzir visualmente uma “onda gigante”. Foi uma intervenção alegre, criativa e interativa que transformou o espaço em uma instalação icônica. Projeto do Atelier Marko Brajovic.

9. Eduardo Kobra para D&D Shopping | DW! 2018

O mural de 850 metros assinado pelo artista Eduardo Kobra é uma celebração à paz, a união dos povos, celebrando o conceito de negócios sem fronteiras simbolizado por personagens vencedores do Prêmio Nobel da Paz como como Albert Einstein, Nelson Mandela, Malala Yousafzai, Madre Teresa de Calcutá e Dalai Lama. Os rostos das personalidades foram retratados com traços coloridos e lúdicos, características marcantes de Kobra. Ação do D&D Shopping para a DW! 2018. A obra ficou como um legado para a cidade e pode ser vista até hoje.

10. Studio Sadalla para Claridge House | DW! 2019

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Semana de Design de São Paulo (@designweekendsp) em

A luz artificial é fascinante! Ela destaca, transforma, integra, cria nova ambiência. Também pode nos remeter à ideia de festa, alegria e surpresa como nos cassinos de Las Vegas ou cartazes da Broadway. E foi com essas características simbólicas da luz que a Claridge House celebrou seus 25 anos com uma ação no DW! 2019. A fachada do casarão dos anos 1950 ganhou novas formas e iluminação interativa: assim os contornos da edificação foram destacados por uma iluminação linear e uma das paredes ganhou um “jardim vertical minimalista pop” fazendo brilhar os olhos de quem passava Alameda Gabriel.

O projeto foi uma parceria de Gregori Copello e Ana Beatriz Fadul com o Studio Sadalla. A obra ficou como um legado para a cidade e pode ser vista até hoje.

11. Segatto para a DW! 2018

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Semana de Design de São Paulo (@designweekendsp) em

Uma sequência de painéis de 2,7×2,7m enfileirados criando um efeito visual por meio do contraste entre os tons de azul e as superfícies com acabamento em aço corten deu forma à instalação conceitual da Segatto para o DW! 2018. A obra de grandes proporções ficou exposta na Gabriel Monteiro da Silva despertando a curiosidade de quem passava pela alameda. O público interagia com a instalação ao transitar pelo seu interior em uma experiência imersiva num cenário divertido e instagramável.

O DW! 2020 acontece em formato híbrido, com ações presenciais de 8 a 14 de novembro e ações digitais antes, durante e depois deste período. A programação oficial será divulgada em novembro, mas você já pode conferir os principais eventos do universo do design, arquitetura, decoração e artes em nosso site, na seção ESQUENTA DW!.

Compartilhar

Share on facebook
Share on pinterest
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp