blog

Mostra chama atenção para beleza e fragilidade da Amazônia

A Amazônia e a importância de mantê-la em pé, íntegra, é o tema da exposição Amazônia por um Fio, desenvolvida pelo diretor de arte Flávio Sadalla – à frente do Studio Sadalla, com a colaboração do fotógrafo de natureza Cristian Dimitrius. São sete fotografias de um conjunto de 15 imagens finais produzidas em dois dias de imersão, a partir de várias instalações com fios de neon

Flávio conta que o desejo de criar um manifesto surgiu durante uma viagem à Floresta Amazônica, a fim de acompanhar a produção de um documentário: “Quis chamar a atenção para a beleza e a fragilidade do bioma frente às nossas ações”. As intervenções luminosas em vermelho, verde e laranja também dão continuidade ao projeto Neon Mural Art, desenvolvido inicialmente para a DW! de 2019 e reconhecido internacionalmente.

Imagem da exposição ‘Amazônia por um Fio’ de Flávio Sadalla com a colaboração do fotógrafo Cristian Dimitrius | Foto: Cristian Dimitrius

 O preview da mostra Amazônia por um Fio abre para convidados na sexta-feira (8), em um soft open da nova casa que abriga o Quincho Cozinha & Coquetelaria, durante a Semana de Design de São Paulo. Para o público, haverá visitação nos dias 9 e 10 de outubro. O restaurante vegetariano da chef Mari Sciotti está em uma construção com 500 m2 e conta, agora, com espaço expositivo. A abertura, de fato, é dia 21 e a exposição segue em cartaz até o dia 31 de outubro.

Imagem da exposição ‘Amazônia por um Fio’ de Flávio Sadalla com a colaboração do fotógrafo Cristian Dimitrius | Foto: Cristian Dimitrius

Deu caldo

A ação consciente e sustentável que se vê nas fotografias da exposição e nos pratos do Quincho, também está presente no projeto do novo endereço, que ficou a cargo do Studio Sadalla. Em um modelo turn key, todo o conceito do design de interiores, light design e paisagismo é assinado pela equipe capitaneada por Flávio, que conta com a produção de ambientes da jornalista Marley Galvão.

Imagem da exposição ‘Amazônia por um Fio’ de Flávio Sadalla com a colaboração do fotógrafo Cristian Dimitrius | Foto: Cristian Dimitrius

No retrofit, o aproveitamento máximo das estruturas, sem derrubada e reconstrução de paredes; a preferência por materiais naturais e o garimpo de móveis e objetos se alinham à concepção do jardim, que teve parte das plantas originais preservada e ganhou uma instalação em neon que remete às criadas na floresta. 

Para arrematar, o toque final da ambientação com cores fluidas é dado pela nova versão Nude da luminária Flyaway, feita de policarbonato e assinada por Flávio. A peça foi originalmente desenhada em 2017 e já esteve exposta em Nova York, Milão e Miami. 

Para saber os detalhes da visitação e marcar sua ida ao Quincho, clique aqui.

Compartilhar

Share on facebook
Share on pinterest
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

DW! Newsletter

Cadastre seu e-mail para receber notícias exclusivas do festival e do universo do design, arquitetura e decoração:


    Você poderá cancelar a assinatura a qualquer momento.

    Consulte nossa política de privacidade.