blog

FEIRA ROSENBAUM: ALMA BRASILEIRA EM OBJETOS PARA A CASA E O CORPO

A Feira na Rosenbaum abre – até dia 10 de outubro – sua edição especial para a Semana de Design de São Paulo e convida o público a descobrir (ou se reencontrar) com a ‘alma brasileira’, por meio do trabalho de mais de 50 designers, artistas e artesãos independentes. A curadora Cris Rosenbaum escolheu dar foco ao habitar com arte e design e o resultado é uma seleção de objetos artísticos, tapeçarias, cestarias, móveis e adornos para a casa e o corpo, que compõem uma ambiente de aconchego e acolhimento, já ali, na exposição.

A tradução do fazer artesanal em peças bonitas, duráveis e constituídas de saberes transmitidos através das gerações se dá no trabalho do atelier Morito Ebine, de Santo Antônio do Pinhal (SP), homenageado pela curadoria. A marcenaria feita pelo mestre Ebine, com madeiras robustas, é estruturada por encaixes complexos – a exemplo do rabo de andorinha – e dispensa pregos e parafusos.

O trabalho em madeira ganha destaque na feira, com participações como a do mestre Morito Ebine

 

Força catalisadora

Ocupando o antigo galpão da Galeria Fortes D ́Aloia & Gabriel, na Vila Madalena, a feira quer, mais uma vez, catalisar e promover a diversidade criativa e cultural do Brasil. Bons exemplos da riqueza encontrada nas mesas expositivas são as tecelagens e cestarias de comunidades do interior do país, reunidas pelo Estúdio Avelós, de Zizi Carderari.

Também, as esculturas em porcelana e pedra da artista Renata Barcelos – que partem das minúcias da joia e chegam à louçaria e aos objetos para casa – ou as cerâmicas artísticas com texturas instigantes assinadas por Rosalva Siqueira, recifense radicada em SP.

 

Cerâmicas da escultora Renata Barcelos, em exposição na Feira, chamam a atenção para as mudanças climáticas

 

Conversa para temperar

Se o mercado circular se fortalece é a partir de boas conversas e um bocado de experiências inspiradoras. Assim, a Feira na Rosenbaum tem lugar para esses ingredientes. Entre o burburinho do evento e a cor das ações que a Suvinil promove no galpão – tem até leitura de tarot! – a Rosenbaum também abre espaço para duas conversas com designers e artistas. Na quarta-feira (6), uma das curadoras da DW!, a jornalista Regina Galvão, comanda a roda com participações de Giacomo Tomazzi, Ana Neute, Gabriela de Matos, Zizi Carderari e Paulo Biacchi. 

Quinta (7), é a vez de um debate sobre a marcenaria, mediada pela arquiteta e jornalista Winnie Bastian, com a participação do mestre Morito Ebine e criadores em madeira, como Julia Krantz, Paulo Alves, Carlos Motta, Ana Paula Tavares e Marcelo Monteiro, da Toko Design Utilitário; e o escritório Farpa. Para um arremate ímpar, só se esse passeio cheio de inspiração for feito de bicicleta: a Feira na Rosenbaum faz parte do roteiro DW! 10 Anos, do Bike Tour SP. Bora?

Para saber todos os detalhes da programação e fazer uma visita o mais segura possível, dentro dos protocolos sanitários, é só acessar a página da Feira na Rosenbaum no festival.

Compartilhar

Share on facebook
Share on pinterest
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

DW! Newsletter

Cadastre seu e-mail para receber notícias exclusivas do festival e do universo do design, arquitetura e decoração:


    Você poderá cancelar a assinatura a qualquer momento.

    Consulte nossa política de privacidade.