Designers em quarentena: Cristiana Bertolucci

Cris Bertolucci é nossa convidada para o Designers em quarentena: ciclo de entrevistas com designers de todas as áreas e breves conselhos sobre leituras, filmes, receitas e músicas a serem descobertos (ou redescobertos).

1. O que e quem te acompanha nessa quarentena? 

Minha linda filha e meu namorado.

2. Um livro para mergulhar.

Não li muito pois tenho trabalhado demais, mas posso indicar “Relato de um náufrago” de Gabriel Garcia Marques que conta a história, como o nome já indica, de um sobrevivente de um naufrágio. Aleatoriamente pesquei esse livro de minha estante, que devo confessar é bastante grande, e essa jóia me escolheu, achei bem apropriado para o momento. Conta a história da solidão desse sobrevivente, suas angústias e esperanças. Vale! Outro que estou lendo , mas que sigo com uma leitura mais espaçada é “Se um viajante numa noite de inverno” de Italo Calvino. Amo esse escritor e esse livro é absolutamente brilhante na elaboração, inteligência e engenhosidade. Vale super.

E lendo a dois a vida de Leonardo da Vinci! Um deleite.

3. Um filme para assistir.

Mucize

4. Um álbum (ou playlist) para ouvir em loop.

Amo as Divas Americanas e Zeca Baleiro.

5. Um personagem. Uma história que te inspira.

Acompanho meus Gurus externos e principalmente internos. Procuro me conectar com meu mundo interno, meus sentimentos, minhas angústias e deleites. Tenho aprendido muito a me reconectar comigo mesma e essa história me inspira e me ensina.

6. Off-line: você larga o smartphone e o computador para….

Regar minhas plantas, olhar para meu jardim, a luz do sol poente.

7. O que você tem mais gostado na sua casa neste período de isolamento? O que está bom e o que precisa melhorar?

Tenho mais gostado de me apropriar de minha casa. Em nossa vida diária anterior, minha casa não era exatamente minha, pois estar fora de casa todo o dia e chegar exausta não te permite ser dona de sua casa! Hoje olho para minha casa, cuido dela, ela agora é meu lar novamente, gosto dela, mesmo se muita coisa precisa ser feita, arrumada etc etc. Hoje tenho carinho pela minha casa e cuido dela com apreço.

9. Uma solução de design que fez diferença no seu dia a dia durante o isolamento.

Ontem minha lixeira da cozinha quebrou!! Ahh que terrível! Vejo como é a vida sem uma lixeira de pedal na cozinha!! Fiquei completamente apavorada de como seria minha vida com esse enorme problema! Outra coisa, acessórios para ligar aparelhos eletrônicos, extensões para tomadas?!? Alguém pode fazer algo sobre isso???

10. Algo que está fazendo muita falta e algo que não fez falta alguma durante o isolamento?

O que me faz falta é estar preparada para trabalhar em casa, ter todos os meus programas, equipamentos eletônicos preparados para isso. Tenho tentado me adaptar para o home office, porém ainda há muito a ser adaptado. Seria bom estarmos conectados com facilidade de comunicação, acesso a todos nossos arquivos etc…

O que não me faz nenhuma falta é fazer compras. Por exemplo, comprar roupas.

Leia também a entrevista com Vanessa Queiroz, Maria Fernanda Paes de BarrosLeon Ades , Ricardo Graham Ferreira e Sergio Fahrer. Siga-nos no Instagram e não perca nenhuma notícia: @designweekendsp.

Compartilhar

Share on facebook
Share on pinterest
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp