blog

Artefacto Rio de Janeiro inaugura mostra Natureza Modernista

Ao completar 46 anos de história no mesmo ano em que é celebrado o centenário da Semana de Arte Moderna de 1922, a Artefacto apresenta a coleção Edition 2022. Os lançamentos valorizam o desenho orgânico e original, as matérias-primas naturais e o feito à mão.

As novidades são apresentadas em ambientes assinados por grandes nomes da arquitetura e design de interiores na Mostra Artefacto Rio de Janeiro 2022. Sob o tema Natureza Modernista, cada qual à sua maneira, os profissionais interpretam o lifestyle da grife de mobiliário em seus espaços.

Aline Celles, Ana Mafra, Araújo Lohrisch, Aurea Carvalho, Aurora Grei, Andrea Eiras e Carla Napolião, Arq Design Brassaroto, Cecília Leles, Claudia Pimenta e Patrícia Franco, Cristina Côrtes, David Defizio, Elaine Ramos, Juliana Massotti e Melissa Sad, Julio Teroni, Lucio Nocito, Marilene Galindo, Natalia Paes de Andrade e Simone Meira, Paola Ribeiro, Regina Távora e Mariana Távora, Rodrigo Jorge Studio, Sergio Rabello, participam desta edição. Conheça os ambientes.

Aline Celles

Aline Celles (@alinecellesarquiteta) | Foto: MCA Estúdio

“A ideia central foi expor os objetos como obras de arte, com o destaque merecido para cada peça. Criamos a setorização e disposição dos móveis para despertar a curiosidade de serem observados e provocar o desejo de tê-los“, explica Aline.

Ana Mafra

Ana Mafra (@aninha_mafra) | Foto: MCA Estúdio

Ana criou uma área externa de 225 metros quadrados, composta por cinco ambientes cercados por jardins: duas varandas laterais, hall de entrada da loja e duas varandas frontais. “A minha leitura da natureza está na forma como ela cria cenários harmônicos com pouco contraste, apenas por meio da diferença entre tons e texturas”, relata.

Araújo Lohrisch

Araújo Lohrisch (@araujolohrisch_arq) | Foto: MCA Estúdio

O escritório projetou um amplo living integrando sala de jantar, estar e um lounge com 80 metros quadrados. O projeto busca quebrar o tradicional uso de “vasos de plantas” como sendo “a natureza”, trazendo um novo olhar para a integração do ser com o mundo exterior que passa por conexão, saúde física, mental e emocional, vínculo afetivo com o ambiente, relacionamento humano e soluções sustentáveis.

Aurea Carvalho

Aurea Carvalho (@aurea.interiores) | Foto: MCA Estúdio

Aurea uniu simetria e equilíbrio, texturas e cores, cultura e movimento em 27 metros quadrados, onde injetou luz, contraste, solidez e conforto. Do toque do linho, da cambraia, ao rami, por meio dos sofás, almofadas e cortinas, do tapete com sua trama em formato canelado, as cores cruas, ocres, caramelos e areias – tudo remete ao natural. Os móveis mais sinuosos em contraste com o ouro, assim como a luz que incide na casa, ou a iluminação técnica da noite pensada para criar a sensação do pôr do sol: tudo veio da inspiração na Terra, na Natureza Modernista.

Aurora Grei, Andrea Eiras e Carla Napolião

Aurora Grei, Andrea Eiras e Carla Napolião (@andreaeiras.interiordesign / @auroragreiarquitetura / @carlanapoliaoarquitetura) | Foto: MCA Estúdio

Madeira, concreto, metais e rochas naturais são alguns dos elementos estéticos que caracterizam o trabalho do trio. Para esse espaço de 100 metros quadrados, a ideia foi apresentar o subsolo de uma casa dividido em área de jogos com sinuca, tela de projeção e adega. “Nosso projeto, além de ter um layout integrado destinado ao lazer, foi pensado com materiais e elementos naturais como pedras, madeiras, ferro e concreto. Usamos formas simples e geométricas, livres de ornamentações“, revelam.

Arq Design Brassaroto

Arq Design Brassaroto (@arqdesignbrassaroto) | Foto: MCA Estúdio

Claudia se inspirou no seu sócio e filho, João Victor, e projetou um loft de 74 metros quadrados com uma composição de espaços únicos, mobiliário selecionado, pedras naturais e cimento queimado. “Desenvolvemos um ambiente amplo com poucos móveis, porém icônicos. São também poucos objetos, mas todos que lá estão cumprem seu papel de moderno, respeitando o movimento que contava com obras mais críticas em um momento que o mundo passava por transformações tecnológicas”, explicam.

Cecília Leles

Cecília Leles (@lelesarquitetura) | Foto: MCA Estúdio

Para sua primeira participação em uma Mostra Artefacto, ela criou um quarto de casal com estar de 60 metros quadrados. Inspirada pelo tema da mostra, Leles apresenta arcos que integram o espaço interno ao externo por meio de um paisagismo vertical.

Claudia Pimenta e Patricia Franco

Claudia Pimenta e Patricia Franco (@claudia_pimenta e @patyfranco72) | Foto: MCA Estúdio

Um living para receber. Claudia Pimenta e Patricia Franco criaram um amplo espaço dividido entre estar, TV e gourmet. Um lugar para conviver com a família, com os amigos e também para curtir a sós. “Nossa inspiração foi um ambiente cosmopolita em uma realidade pós-pandêmica. Nós traduzimos isso por meio do conforto, de modo que a pessoa se sinta em casa – um lugar onde queira estar e conviver. Trouxemos elementos de texturas e cores que abraçam para momentos de proteção e acolhimento. É também um olhar vanguardista, com formas orgânicas que enaltecem o viver cada momento e todas as suas possibilidades”, revelam.

Cristina Côrtes

Cristina Côrtes (@cristinacortesarquitetura) | Foto: MCA Estúdio

A arquiteta criou um loft de 102 metros quadrados, dividido em quarto casal, home office, jantar, varanda e estar com TV. Sua inspiração foi motivada por um ambiente que traduzisse o desejo das pessoas de estabelecerem uma conexão com a natureza em seus espaços domésticos. “Utilizei um revestimento especial numa grande extensão da parede do espaço e escolhi os móveis da Beach and Country, pois são peças mais orgânicas, muitas das quais elaboradas a partir das fibras naturais“, explica.

David Defizio

David Defizio (@daviddefizio_arquiteto) | Foto: MCA Estúdio

Para essa edição o arquiteto preparou um estar com lounge de 110 metros quadrados. “A luz natural foi nosso ponto de partida. Buscamos, através da janela, explorar a luz lateral, tão favorável à fotografia e ao sentimento de bem-estar. Além disso, as duas árvores que ornamentam o ambiente aproximam o visitante de uma experiência natural e realista”.

Elaine Ramos

Elaine Ramos (@elaineramosarquitetos) | Foto: MCA Estúdio

Inspirações modernistas estão presentes no living com uma parede de azulejos feita por uma artista plástica que remete ao legado do muralista Athos Bulcão. Além disso, Elaine escolheu móveis específicos a fim de compor o seu ambiente com cores mais claras.

Juliana Massotti e Melissa Sad

Juliana Massotti e Melissa Sad (@julianamassotti_interiores e @melissa.sad) | Foto: MCA Estúdio

Juliana e Melissa projetaram uma sala de estar e jantar integrada à uma varanda com lounge e bancada multifuncional, totalizando 56 metros quadrados. “Nossa inspiração foi uma deliciosa varanda tropical de um apartamento no Rio de Janeiro. Utilizamos pedras naturais, mobiliário com formas curvas, linhas leves, tramas vazadas nos tecidos, palha natural nos detalhes e trouxemos o verde da natureza para dentro de casa“, revelam.

Julio Teroni

Julio Teroni (@arquitetojulioteroni) | Foto: MCA Estúdio

O arquiteto preparou um loft com espaço para leitura e estudos, living e cama com poltrona de apoio. “O modernismo fala de um homem que tem urgência, pressa e que valoriza a funcionalidade do espaço – essas foram algumas das nossas premissas, prezando sempre pela versatilidade do ambiente, atendendo às diversas necessidades desse homem moderno. As formas geométricas também são uma característica marcante do modernismo, aqui utilizadas no jogo de luz dos painéis. A forma das mesas ortogonais que se encaixam quando confrontadas com o imprevisível de uma pedra natural também mostra a ordem no caos, a beleza do inesperado”, revela sobre a inspiração para o projeto.

Lucio Nocito

Lucio Nocito (@lucionocitoarquitetura) | Foto: MCA Estúdio

Lucio criou um living de 90 metros quadrados, divididos entre de estar, jantar, adega e gourmet. Um ambiente visualmente integrado, sem barreiras físicas, sofisticado e ao mesmo tempo aconchegante. A Natureza Modernista se encontra na composição do espaço com texturas naturais de linho aplicadas nas paredes e que compõem com a marcenaria de efeito “caixa” que envelopa o living. As formas curvas estão presentes desde o tapete do estar até as molduras dos espelhos e a própria iluminação criada especialmente para o projeto.

Marilene Galindo

Marilene Galindo (@marilenegalindo) | Foto: MCA Estúdio

Marilene criou um quarto de casal com 75 metros quadrados, composto por dois ambientes levemente divididos por um brise. “Um dos pontos da Natureza Modernista que trouxemos para o projeto foi a presença da luz exterior, retratada através de uma janela falsa com uma cortina de linho branco. O tapete que reveste todo o ambiente também está dentro dessa atmosfera de elementos naturais, pois a textura dele remete à trama da palha”, explica a profissional.

Natalia Paes de Andrade e Simone Meira

Natalia Paes de Andrade e Simone Meira (@mpa.arquitetura) | Foto: MCA Estúdio

Para esse ano as sócias projetaram um ambiente de 66 metros quadrados, composto por cama/dormitório, salas de jantar e estar. Com uma linguagem noir repleta de significados, os móveis são mesmo o grande destaque.

Paola Ribeiro

Paola Ribeiro (@paolaribeiroarqinteriores) | Foto: MCA Estúdio

Paola projetou um espaço ensolarado e marcado pelo uso intenso dos planos de vidro, numa composição de varanda com piscina, espreguiçadeiras e estar outdoor conjugado a uma área coberta por um pergolado que abriga o gourmet – equipado com bancada de churrasqueira, mesa de jantar e living indoor. As texturas e tons neutros remetem à uma casa de praia e ao conforto dos móveis que despertam a sensação de estar ao ar livre.

Regina Távora e Mariana Távora

Regina Távora e Mariana Távora (@rmtavoraarquitetura) | Foto: MCA Estúdio

Mãe e filha, as cariocas Regina e Mariana assinam uma das vitrines da loja com 35 metros quadrados, cuja inspiração é uma sala de convivência na região serrana. Um ambiente acolhedor, onde o usuário pode relaxar e trazer os amigos para tomar um drink junto à lareira. “Com base no tema da Natureza Modernista, criamos um ambiente orgânico e acolhedor, onde a natureza se faz presente na madeira, na vegetação, nos objetos de barro e também nas curvas do brise ao fundo que nos remete às ondas do mar – ou até mesmo às notas musicais. Um espaço poético que transmite sensações de prazer”, revelam.

Rodrigo Jorge Studio

Rodrigo Jorge Studio (@rodrigojorgestudio) | Foto: MCA Estúdio

Rodrigo criou um espaço de 140 metros quadrados, totalmente inspirado no tema da Natureza Modernista. “Os pilares do movimento Modernista foram utilizados como base para desde a definição do layout até as escolhas dos revestimentos. Temos um hall de entrada, seguido de dois ambientes de estar, um quarto amplo, sala de jantar, adega e dois banheiros funcionais. Tudo entremeado por jardins e espelho d’água”, explica o profissional.

Sergio Paulo Rabello

Sergio Paulo Rabello (@sergiopaulorabelloarquitetura) | Foto: MCA Estúdio

Participante da Mostra Artefacto Rio desde 2002, Sergio desta vez apresenta um espaço de 120 metros quadrados que é sofisticado e contemporâneo. Living, jantar e home theater vêm dentro uma proposta industrial, onde o concreto aparente entra como vedete por marcar a era Modernista. Unindo a pedra natural em tamanho mega para a forração de algumas paredes, réguas de concreto aparente e o piso em madeira no padrão espinha-de-peixe me aproximei mais do estilo modernista.

Visite a Artefacto Rio de Janeiro para conferir os ambientes da mostra e os lançamentos. A flagship store fica no CasaShopping na Av. Ayrton Senna, 2.150, Bloco K. Acesse artefacto.com.br e saiba mais.

Compartilhar

Share on facebook
Share on pinterest
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

DW! Newsletter

Cadastre seu e-mail para receber notícias exclusivas do festival e do universo do design, arquitetura e decoração:


    Você poderá cancelar a assinatura a qualquer momento.

    Consulte nossa política de privacidade.