5 destaques do London Design Festival 2020

Em um ano incomum, a 18ª edição London Design Festival se empenhou em apoiar a comunidade de design em um programa de nove dias de instalações, shows e eventos presenciais junto a exposições e seminários online. Estes últimos deram ao festival um novo alcance global.

Selecionamos cinco atrações outdoor do festival. Confira!

1. The Hothouse por Studio Weave

Destaques London Design Festival

O pavilhão lembra uma estufa vitoriana (embora situado no novíssimo International Quarter London), o The Hothouse abriga plantas tropicais comestíveis em um esforço para chamar atenção para a acelerada mudança climática. Com projeto do Studio Weave em parceria com o paisagista Tom Massey, o ambiente pode ser regulado para se adequar ao crescimento das plantas. Felizmente, a The Hothouse funcionará por um ano. Ainda há esperança para conhecer de perto!

2. Unity por Marlene Huissoud

London Design Festival

Em King’s Cross, a designer francesa Marlene Huissoud criou a instalação Unity que “enfatiza a noção de unidade e a importância de trabalharmos juntos para reaproveitar e reconsiderar nossos ambientes compartilhados conforme emergimos da pandemia”. Os visitantes são convidados a se posicionar em torno da peça formando um círculo. Através de bombas de pé, eles podem dar vida à peça de forma colaborativa. Se ninguém estiver bombeando, a instalação esvaziará e perderá sua força e vitalidade.

3. Panted – um evento híbrido

Cenário ao ar livre

Foi em um estúdio ao ar livre situado entre as árvores do Granary Square em Kings Cross que a Planted criou um evento híbrido para o festival. O cenário serviu como um grande palco para uma série de painéis com especialistas que exploraram como design, sustentabilidade, produção de alimentos, arquitetura e podem se combinar para criar espaços urbanos mais limpos, verdes e saudáveis. As palestras foram transmitidas ao vivo, assim foi possível reduzir o público presencial e obter maior alcance online. O estúdio foi criado pela Biotecture Ltd; estações de desinfecção fornecidas por Bramley e todas as medidas de distanciamento social em vigor foram adotadas.

4. Pattern Portraits por Lauren Godfrey

Foto: © John Sturrock

Com a obra Pattern Portraits, a artista Lauren Godfrey instalou 120 bandeiras coloridas que se estendem entre os telhados icônicos do Coal Drops Yard. As bandeiras foram criadas por alunos da BA Textiles da Central Saint Martins e da iniciativa STORE Store durante o bloqueio.

5. Staircase of Dreams por Fandangoe Kid

Escadaria colorida

Nos degraus do Walthamstow Forest College, uma obra em grande escala anuncia: “o futuro é agora”. A artista, The Fandangoe Kid (Annie Nicholson) fez uma parceria com alunos da escola para dar vida ao colorido trabalho. Embora conhecida como Staircase of Dreams, a peça é na verdade chamada Towards a New Normal e é parte da William Morris Design Line, uma caminhada artística com foco na comunidade pelo bairro de Walthamstow e parte oficial do London Design Festival.

E por aqui já começamos a contagem regressiva para a 9ª DW! Semana de Design de São Paulo que acontecerá em formato híbrido com ações presenciais e virtuais de 08 a 14 de novembro de 2020.  Siga a DW! Design de São Paulo no Instagram e fique por dentro das novidades: @designweekendsp

Compartilhar

Share on facebook
Share on pinterest
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp