11 instalações outdoor da Paris Design Week 2020

No mês de setembro, a Paris Design Week celebra seu décimo aniversário. Num ano em que, devido à pandemia do coronavírus, todas as semanas de design pelo mundo aconteceram de forma diferente, o evento se adaptou. Reativou e movimentou o setor levando as tendências em design e decoração do festival e da feira Maison Objet para uma versão digital com muito mais alcance. E por isso mesmo foi possível acompanhar tudo por aqui, sem sair da cadeira do home office.

Na Paris Design Week deste ano, três distritos parisienses ganharam vida e levaram as pessoas a redescobrir o prazer e caminhar pelas ruas e conferir de perto novas coleções, produtos, instalações e vitrines inspiradoras em mais de 200 locais participantes. Neste post reunimos algumas ações outdoor que chamaram nossa atenção.

Diversas instalações ao ar livre marcam a participação da Bibliothèque Historique de la Ville de Paris na Paris Design Week, entre elas:

Paradosso

Foto: @anneemmanuellethion via @parisdesignweek


Paradosso
é um móvel para se descansar em pé. Com estrutura em aço pode receber acabamento em couro – para espaços internos ou lona perfurada para ambientes externos. Criação do designer Pierre-Emmanuel Vandeputte (@pevdp) e editado por New Citizen Design (@newcitizendesign).

Inner Tubes

Foto via @jackie.hyejung

Estudantes de design de objetos na École des Arts Déco, Grégoire Borach (@gregoireborach) e Huseyin Altin (@huseyin_altin_paris) buscam encontrar novos usos para objetos destinados a desaparecer. Eles usaram pneus de trator para criar o mobiliário interativo Inner Tubes.

Cage de Faraday

Foto via @lifeinthecityoflight

 

A instalação Cage de Faraday pelo designer industrial Maxime Lis.

Archive Éthérée

Foto: Joséphine Bayle via @parisdesignweek

 

No pátio do Collectif Coulanges no coração do Marais, a instalação Archive Éthérée de Clémence Althabegoïty (@clealtha), oferecer a oportunidade de observar um elemento discreto do ambiente parisiense: musgos vegetais. Por meio de sua capacidade de reter partículas poluentes, essas briófitas coletam os vestígios deixados pela atmosfera circundante, oferecendo dados sobre sua taxa de poluição.

Concebida como uma memória do ar, esta instalação promove a valorização destes organismos vivos no meio urbano. Ao combinar as qualidades artesanais do bordado com os atributos das espumas, a artista oferece um novo lugar para essas plantas em nossos espaços de convivência.

Corset

Foto: @jpg.zip


Corset
é escultura interativa “vestida” com moedas doadas pelo público do festival. Fazendo referência aos rituais de jogar moedas em poços de desejos, a obra do designer Jasper Zehetgruber se modifica a cada moeda inserida, tornando-se uma escultura tridimensional construída por doações.

Strie & Cie Playground

Foto: @matalicrasset

 

Criado por Matali Crasset, Strie & Cie Playground combina jogos de motricidade, jogos dinâmicos e estimulação visual. Oferece uma primeira abordagem funcional para deslizar, escalar, rastejar … e permitem a inscrição de jogos mais simbólicos: abrigar, esconder, desempenhar um papel. Oferecem um segundo nível de leitura sem representar, apenas na sugestão de permitir que a imaginação de cada criança faça seu trabalho.

Isocène

Foto via @ublik.paris

 

Madeira, acrílico, ferragens e outros materiais reaproveitados de exposições, feiras e construção dão forma à Isocène, um sistema construtivo modular reversível criada pelo estúdio Ublik (@ublik.paris) para o Hôtel d’Albret.

Hôtel de Soubise

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Paris Design Week (@parisdesignweek) em

Uma agulha monumental que aponta para o céu captando os raios do sol convida aos passantes a interagir com a luz através de filtros polarizadores. A instalação assinada por Houlestudio (@houlestudio) situada no pátio do National Archives Museum propõe um surpreendente jogo de luz e sombra.

Deambulons

Foto: @anneemmanuellethion via @parisdesignweek

 

No coração do Marais, o pátio da @le_bhv_marais foi adornado com casulos, luzes, dosséis e arcos feitos em bambu pelo estúdio Deambulons (@deambulons). Parte da instalação permanecerá no espaço até dezembro.

Litho Lux

Foto via @cbarba_photo

 

Litho Lux é uma peça de mobiliário constituída por uma bancada e uma base. Estes dois elementos são realizados com concreto reciclado proveniente da demolição. O revestimento superior é feito de concreto branco que recebe agregados luminescentes. O projeto do designer Carlos Barba (@cbarba_photo) chama atenção tanto para o reaproveitamento de materiais, bem como para uma alternativa à iluminação pública sem uso da eletricidade.

Air des Carrières

 

Air des Carrières é um móvel feito com módulos assimétricos de calcário que aspira o ar frio (cerca de 14º) das pedreiras subterrâneas de Paris para refrescar espaços públicos da cidade durante os dias quentes. Instalado na Place Jeanne d’Arc. Criação dos designers Emma Lelong e Remi Nguyen.

Compartilhar

Share on facebook
Share on pinterest
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp