Arte x tecnologia: Como integrá-los em um festival de design?

Foto: James Harris (@james_harris_london)


O céu de Miami foi tomado por uma intervenção artística que imita formas da natureza durante a Semana de Design da cidade. Utilizando a tecnologia a seu favor, o Studio Drift - formado pela dupla Lonneke Gordijn e Ralph Nauta -, criou a Franchise Freedom, em parceria com a BMW, com 300 drones equipados com fonte de luz para se assemelhar um bando de pássaros.


Os drones são controlados por um algoritmo de computador que possui uma fórmula pensada para mudar quando um dos parâmetros muda. O resultado disso é uma imitação mais real de pássaros pelo céu.


O objetivo desta intervenção é fazer uma metáfora com a sociedade atual e as noções de liberdade. Em entrevista ao The New York Times, Gordijn disse que as pessoas pensam serem capazes de voar e ser libertado da gravidade é a melhor maneira de ser livre. Contudo, o “bando” está determinado por todos os tipos de regras. “Precisamos procurar processos da natureza que nos digam quem somos como pessoas”, completou.


Essas conexões entre tecnologia e natureza estão sempre presentes nos trabalhos de Lonneke e Ralph. Eles possuem coleções expostas no San Francisco Museum of Modern Art, no Victoria & Albert Museum, em Londres, e no Rijksmuseum, em Amsterdã.




Realização
Summit-Promo